PROGRAMA CIENTÍFICO


QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO

09h00 - 11h10 SESSÃO I - QUÍMICA E TOXICOLOGIA FORENSES
09h00 - 09h40 CONFERÊNCIA (Auditório Principal)
"EL PAPEL DEL LABORATORIO DE TOXICOLOGÍA EN EL ÁMBITO MEDICO-LEGAL"
Manuel LÓPEZ-RIVADULLA
09h50 - 11h10 COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DE UM MÉTODO ANALÍTICO PARA A DETERMINAÇÃO DE CANABINÓIDES EM AMOSTRAS DE FLUIDO ORAL POR LC-MSMS

    Mónica Antunes; Susana Simões; Suzana Fonseca; João Franco; Eugenia Gallardo; Mário Barroso
  2. Análise toxicológica forense a amostras não biológicas e cabelo: investigando a possível relação com um cadáver mumificado

    Cláudia Margalho; Mário Barroso; Miguel Franco
  3. Desenvolvimento e validação de um método multi-substâncias para a análise de rotina de pesticidas em amostras post-mortem por UPLC-MSMS

    Francisco Matos; Fernando Castanheira; Mário Barroso; Mónica Antunes; João Franco; Suzana Fonseca
  4. Monitorização de substâncias de abuso ilícitas em amostras apreendidas no festival BOOM

    Carla Filipa Ferreira; Paula Costa; Maria João Caldeira
  5. EXPOSIÇÃO PROLONGADA A COCAÍNA DOCUMENTADA ATRAVÉS DA ANÁLISE POR SEGMENTO DE AMOSTRAS DE CABELO DE UMA CRIANÇA

    Mário Barroso; Cláudia Margalho; Miguel Franco
  6. Viabilidade da amostra de bílis como matriz alternativa na análise de drogas de abuso clássicas por imunoensaios

    Pedro Dinis; Paula Monsanto; Eugénia Frias; Carla Mustra; Cláudia Margalho; Jerónimo Fonte Santa; João Franco
09h50 - 11h10 APRESENTAÇÃO DOS POSTERS (1º Piso - Sessão Paralela)
Antropologia Forense [P1 a P7]
Genética e Biologia Forenses [P50 a P62]
11h10 - 11h25 PAUSA PARA CAFÉ
11h25 - 12h55 SESSÃO II - ANTROPOLOGIA FORENSE E TEMAS LIVRES
  COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. Percurso(s) da Antropologia Forense em Portugal na "Bibliografia Médica Portuguesa" (1945-1963)

    Maria João Rosário; Carina Marques; Vítor M. J. Matos
  2. QUANDO A ORTOPEDIA E A ANTROPOLOGIA FORENSE SE ENCONTRAM - (o contributo na) IDENTIFICAÇAO DE UM TRONCO HUMANO ATRAVES DE OSTEOFITOS DA COLUNA.

    Carlos Durão; Filipa Soares; Frederico Pedrosa
  3. The Identified Dental Collection From the Laboratory of Forensic Anthropology - How did it start and where is it going?

    Inês Oliveira-Santos; Maria Teresa Ferreira; Eugénia Cunha; David Gonçalves
  4. A primeira coleção de esqueletos identificados dos Açores (CEIAçores)

    Félix Rodrigues; Armando Mendes; Vítor Matos; Maria Teresa Ferreira; Eugénia Cunha
  5. Who wrote the 1919 Manuscript Memorandum advocating for the restoration of the Monarchy? A Forensic Examination

    Gilberto Costa; Rogério Ribeiro; Jaime Regalado; Andreia Vieira; Rui Sousa-Silva; Rui M.S. Azevedo; Áurea Madureira-Carvalho
  6. MLUSAL: REDES SOCIALES COMO MEDIO PARA MODERNIZAR Y COMUNICAR SOBRE MEDICINA LEGAL

    Esther García Sánchez; Julián Noriega de Castro; Ana María Vaquero Campos; Victor Prieto Lorenzo; Cristina Cuesta Apausa
  7. Linguística Forense: o potencial da linguagem para a administração da Justiça

    Rui Sousa Silva
  8. COMUNICACIÓN FÁCIL EN PROCEDIMIENTOS DE PROVISIÓN DE MEDIDAS DE APOYO A PERSONAS CON DISCAPACIDAD

    Esther García Sánchez; Guadalupe Herrero Sánchez; Julián Noriega de Castro; Víctor Prieto Lorenzo; Lorena Marcos Gómez
11h25 - 13h00 APRESENTAÇÃO DOS POSTERS (1º Piso - Sessão Paralela)
Genética e Biologia Forenses [P63 a P64]
Clínica Médico-Legal [P8 a P35]

13h00 - 14h30

PAUSA PARA ALMOÇO
14h30 - 16h20 SESSÃO III - GENÉTICA E BIOLOGIA FORENSES
14h30 - 15h10 CONFERÊNCIA (Auditório Principal)
"GENETICS OF SUDDEN CARDIAC DEATH"
Oscar CAMPUZANO
15h20 - 16h20 COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. Realização de autópsias moleculares em vítimas de morte súbita cardíaca utilizando Sequenciação de Nova Geração (NGS)

    Jennifer Fadoni; Laura Cainé; Agostinho Santos; António Amorim
  2. Caracterização genética dos imigrantes oriundos de Brasil, Cabo Verde, Angola, Moçambique e Guiné Bissau. Impacto da miscigenação na genética forense.

    Miguel Marcelino; Heloísa Afonso Costa; Helena Correia Dias; Francisco Corte-Real; António Amorim
  3. A implementação de um sistema de PCR em multiplex na identificação de amostras forenses em diferentes substratos - kit Investigator 26Plex QS

    Paula Cardoso; Armando Serra; Vanessa Bogas; Filipa Balsa; Virgínia Lopes; Maria João Porto; António Amorim; Francisco Corte-Real; Pedro Brito
  4. Introdução de tecnologia NGS em laboratórios de Genética Forense: Novos marcadores genéticos do tipo Microhaplotipos

    Rui Nascimento; Heloisa Costa; Eugénia Cunha; António Amorim
15h20 - 16h20 APRESENTAÇÃO DOS POSTERS (1º Piso - Sessão Paralela)
Clínica Médico-Legal e Ética [P36 a P49]
16h20 - 16h35 PAUSA PARA CAFÉ
16h35 - 17h35 MESA REDONDA

"PERÍCIAS MÉDICO-LEGAIS EM CRIMES SEXUAIS NOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA"
Aurélio RODRIGUES (ANGOLA) / Ivan MIZIARA e Jozefran Berto FREIRE (BRASIL) / Ineida SENA (CABO VERDE) / Badilé Sanca COMBA (GUINÉ BISSAU) / Jacinta SILVEIRA (MOÇAMBIQUE) / Susana TAVARES (PORTUGAL)

16h35 - 17h45 APRESENTAÇÃO DOS POSTERS (1º Piso - Sessão Paralela)
Química e Toxicologia Forenses [P112 a P130]

SEXTA-FEIRA, 13 DE OUTUBRO

09h00 - 10h30 SESSÃO IV - PSIQUIATRIA E PSICOLOGIA FORENSES
09h00 - 10h30 COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. Sexism and the acceptance of sexual violence: Mediating role of the Dark Tetrad and moderating role of sociodemographics and prior victimization

    Rodrigo Costa; Marisalva Fávero; Valéria Sousa-Gomes
  2. Autism Spectrum Disorder: Challenges in forensic practice

    Sabrina de Jesus; Fabiana Ventura; Safira Hanemann; Máximo Colón
  3. VALORACIÓN INTEGRAL FORENSE EN CASOS DE TRATA DE SERES HUMANOS

    Ana María Vaquero Campos; María Sonsoles Castro Herranz; Julián Noriega de Castro; Lorena Marcos Gómez
  4. Inventário de Avaliação da Personalidade (PAI): Um Substancial Contributo para a Psicologia Forense, em Portugal

    Mauro Paulino; Mariana Moniz; Octávio Moura; Daniel Rijo; Mário R. Simões
  5. Evolução histórica da coerção em Psiquiatria: breve revisão da literatura

    Ana Luísa Cardoso; Márcia Mota
  6. Desafios forenses: A propósito de um caso de destransição de género

    Ana Teresa de Magalhães Pinto; Catarina Almeida; Mário Viana; Patrícia Jardim
  7. Dissociação na Psiquiatria Forense: Desafios na Avaliação da Responsabilidade Criminal

    Ana Inês Gomes; Gisela Simões; Cristiana Grego; Sandra Vicente
09h00 - 10h30 APRESENTAÇÃO DOS POSTERS (1º Piso - Sessão Paralela)
Patologia Forense [P65 a P93]
10h30 - 10h45 PAUSA PARA CAFÉ
10h45 - 12h35 SESSÃO V - PSIQUIATRIA E PSICOLOGIA FORENSES
10h45 - 11h55 COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. An Unfortunate Coincidence? A Brief Discussion on Violence and Mental Illness

    Sabrina Jesus; Ana Costa; Gisela Simões; Paula Garrido
  2. Os inimputáveis: Dentro do Hospital Magalhães Lemos

    Daniela Oliveira Martins; Mauro Pinho; Catarina Desport; Ana Machado
  3. Danos reflexos, estado anterior, simulação e dupla valorização: a importância da avaliação intercalar pelo especialista de Medicina Legal

    Joana Sá Ferreira; Rui Oliveira
  4. Intoxicação Patológica: Reflexão a Propósito de Um Caso Clínico

    João Geraldes Freire; David Gomes Mota; Ana Sofia Cabral; Joana Andrade; Marta Moura Neves; Tiago Ferreira Fernandes; Vera Martins
  5. By Reason of Insanity: A Short History on the Insanity Defense

    Sabrina Jesus; Ana Costa; Gisela Simões; Paula Garrido
11h55 - 12h35 CONFERÊNCIA (Auditório Principal)
"PERTURBAÇÕES DA PERSONALIDADE: AINDA HÁ LUGAR PARA A ORIGINALIDADE?"
Fernando ALMEIDA
10h45 - 11h35 APRESENTAÇÃO DOS POSTERS (1º Piso - Sessão Paralela)
Patologia Forense [P94 a P103]
12h35 - 14h30 PAUSA PARA ALMOÇO
14h30 - 16h40

SESSÃO VI - PATOLOGIA FORENSE

14h30 - 15h10 CONFERÊNCIA (Auditório Principal)
"VIRTOPSY"
Coraline EGGER
15h20 - 16h40 COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. CONTRIBUTO EVOLUTIVO DA TRÍADE - COVID19; EXAME DO LOCAL; AUTÓPSIA VIRTUAL - PARA O DIAGNÓSTICO MÉDICO-LEGAL

    João Ferreira dos Santos; Miguel Costa Lopes; Henrique Rodrigues; Sónia Palma; Beatriz Luís; Tânia Lopes; Catarina Maurício
  2. Reconstrução tridimensional por renderização de volume a partir de tomografia computadorizada: aplicações em Patologia Forense

    Luís Coelho
  3. Nitrato de sódio I - a autópsia "castanha"

    Ricardo Mendonça; Carla Carreira; Pedro Pedrosa; Sara Adriazola; Carlota Jardim Gomes; Carlos Durão; João Pinheiro
  4. Nitrito de Sódio II - o fim da linha para um jovem trans

    Carlota Jardim Gomes; Ricardo Mendonça; Carlos Durão; João Pinheiro
  5. A DISSEMINAÇÃO PELA INTERNET DE "KITS SUICÍDIO" COM NITRITO DE SÓDIO - RELATO DOS TRÊS PRIMEIROS CASOS EM PORTUGAL E A SUA REPERCUSSÃO MUNDIAL

    Carlos Durão; Frederico Pedrosa
  6. Melperona: concentração e causa de morte

    Mário Sardinha; Miguel Costa Lopes; António Castañera; João Miguel Franco
15h20 - 16h30 APRESENTAÇÃO DOS POSTERS (1º Piso - Sessão Paralela)
Temas Livres [P131 a P135]
Psiquiatria/Psicologia Forenses [P104 a P111]
16h40 - 16h55 PAUSA PARA CAFÉ
17h00 - 18h00 SESSÃO SOLENE
18h:00 - 19h:40 SESSÃO VII - PATOLOGIA FORENSE
18h:00 - 19h:40 COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. Foram as vozes! Quão perigoso pode ser um surto psicótico, a propósito de um caso

    Barbara Smyk; Miguel Resende; António Carvalho; Gonçalo Carnim; João Algarvio; Carla Carreira
  2. Sépsis neonatal - A propósito de um caso de infeção por Proteus mirabilis

    Isabela Bica; Rui Oliveira
  3. O Enigma Cardíaco: Pericardite crônica calcificada revela segredos de uma possível patologia sistémica. Relato de caso

    Sara Adriazola; Rogério Eisele; Margarida Costa
  4. Papiloma da Laringe: A asfixia silenciosa

    Luís Mendes; Bárbara Smyk; Rosa Henriques Gouveia; Carla Carreira
  5. Meningiomas e Morte Violenta: a propósito de um caso de enforcamento e de uma outra série de 15 casos

    Carlos Pontinha; Rosa Henriques-Gouveia; João Pinheiro; Cristina Cordeiro; Eugenia Cunha
  6. IDENTIFICAÇÃO DENTÁRIA EM CASOS DE DESASTRE DE MASSA: IMPLOSÃO VS EXPLOSÃO (revisão narrativa)

    Sofia Mira de Almeida; Maria Inês Guimarães
  7. VALOR SOCIOSANITARIO DE LA MEDICINA FORENSE. COORDINACIÓN ENTRE ADMINISTRACIONES

    María Sonsoles Castro Herranz; José Manuel Guinaldo Muñoz; Ana María Vaquero Campos; Esther García Sánchez
  8. Acidente de trabalho - Meningite por Streptococcus suis

    Isabela Bica; Nair Rosas Pinto
20h15 JANTAR DO CONGRESSO (Paraíso Douro)

SÁBADO, 14 DE OUTUBRO

09h00 - 11h10

SESSÃO VIII - CLÍNICA MÉDICO-LEGAL E FORENSE (Auditório Principal)

09h00 - 09h45 MESA REDONDA

"VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA: AVALIAÇÃO EM PSIQUIATRIA E PSICOLOGIA FORENSES"
César SANTOS / Máximo COLÓN / Mauro PAULINO

09h50 - 11h10 COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. Sequelas bilaterais vs Ambidestrismo em Direito do Trabalho

    Pedro Enes; Patrícia Jardim
  2. Análise Retrospetiva das perícias singulares de Direito do Trabalho, na Delegação do Sul do INMLCF, IP, entre 2018 e 2022

    Marta Heitor; Maria João Soares; Joel Neto; Joana Albuquerque; Vanessa Rodrigues; Maria Moura; Clarice Mestre; Miguel Costa Lopes
  3. Fator 1,5 - Fator de bonificação ou de confusão?

    Sílvia Andrade; Zoi Argyropoulou; Miguel Costa Lopes; Maria Moura; Marta Heitor; Maria Soares; Joana Albuquerque; Joel Antero Neto; Vanessa Rodrigues
  4. Valoração da Esplenectomia no Dano Corporal

    Maria João Soares; Joel Neto; Marta Heitor; Joana Albuquerque; Vanessa Rodrigues
  5. Avaliação pericial em Direito Civil em caso de disparo de arma de fogo - quando o papel do perito médico ultrapassa a avaliação de dano corporal

    Pedro Enes; Patrícia Jardim; Henrique Rodrigues
  6. Quantum Doloris em Estados Vegetativos Persistentes - Um Convite à Reflexão

    Deniz Passos; Vítor Leite; Salomé Dias Afonso; Nair Rosas Pinto; Ricardo Dias
11h10 - 11h25 PAUSA PARA CAFÉ
11h25 - 13h25 SESSÃO IX - CLÍNICA MÉDICO-LEGAL E FORENSE (Auditório Principal)
11h25 - 12h45 COMUNICAÇÕES ORAIS (Auditório Principal)
  1. A gravidez como um agravante da violência sexual

    Joana Albuquerque; Cláudia Vieira da Silva; Jorge Rosmaninho; Filipa Gallo; Clarice Mestre
  2. Programas de avaliação multidisciplinar e centralizada de vítimas de violência sexual: qual a pertinência em Portugal?

    Alexandra Andrade da Costa; Tiago Carrilho Festas; Vítor Leite; Teresa Figueiral; Cristina Silveira Ribeiro
  3. Agressão Sexual Facilitada Por Drogas: importância da avaliação da vítima e achados toxicológicos

    Carla Maravilha; Helena M. Teixeira; Carla Carreira
  4. A epidemiologia dos casos de agressão sexual em Lisboa durante o período de pandemia por Covid-19

    Joana Albuquerque; Jorge Rosmaninho; Filipa Gallo; Carlota Gomes; Joel Neto; Maria Soares; Marta Heitor; Clarice Mestre
  5. Ameaça de Suicídio num Agressor em Direito Penal

    Maria João Soares; Joel Neto; Marta Heitor; Joana Albuquerque; Vanessa Rodrigues
  6. Esforço físico e Transplante hepático. Perda de órgão? Uma avaliação no âmbito do Direito Penal

    Marisa Lage; Cristina Silveira Ribeiro
  7. Advogados e Ministério Público: cooperação ou concorrência?

    Vanessa Rodrigues; Maria Moura; Jorge Rosmaninho; Miguel Costa Lopes; Zoi Argyropoulou; Sílvia Andrade; Clarice Mestre
12h45 - 13h25 CONFERÊNCIA (Auditório Principal)
"TRAUMATISMOS VERTEBRO-MEDULARES"
Óscar GOMES
13h25 SESSÃO DE ENCERRAMENTO
ENTREGA DE PRÉMIOS CIENTÍFICOS: Melhor Comunicação Oral e Melhor Poster em cada Área Científica

Manuel López-Rivadulla

Catedrático Emérito de Toxicología. Instituto de Ciencias Forenses, Facultad de Medicina. Universidad de Santiago de Compostela

Biografia
Nacido en Lugo en 1949, desarrollando su labor docente, investigadora y pericial en la Universidad de Santiago tras su paso por el Forensic Science Laboratory de Scotland Yard (Londres) en 1979; es autor de más de un centenar de publicaciones relacionadas con la identificación de drogas y fármacos en medio biológicos y ha sido coordinador en España de 2 (DOS) proyectos europeos relacionados con la detección de drogas en la conducción.
Título

El papel del laboratorio de toxicología en el ámbito medico-legal

Orador

Manuel LÓPEZ-RIVADULLA

Catedrático Emérito de Toxicología. Instituto de Ciencias Forenses, Facultad de Medicina. Universidad de Santiago de Compostela

Resumo

En la ponencia se abordarán los protocolos más novedosos desde el punto de vista instrumental que necesariamente deben de usarse en el ámbito médico legal, incluyendo técnicas analíticas novedosas que facilitan la identificación y determinación de las drogas y fármacos de manera inequívoca. Asimismo, se planteará la importancia del uso correcto del muestreo para una correcta interpretación de los resultados, incluyendo en la casuística medicolegal. Con relación a las muestras se incluirá un apartado sobre la importancia de las muestras alternativas y sus potenciales ventajas sobre las clásicas.


Oscar Campuzano

University of Girona, School of Medicine, Girona (Spain)
Institut d'Investigació Biomèdica de Girona Dr. Josep Trueta, Girona (Spain)

Biografia
Biology degree (Biosciences), University of Barcelona (Spain). PhD in Biosciences, Autonomous University of Barcelona (Spain). Postdoctoral fellowship, Center for Clinical Cardiovascular Genetics, University of Montreal (Canada). Currently, associate professor at school of medicine (University of Girona, Spain) and senior research position at Cardiovascular Genetics Center (IDIBGI, Girona, Spain). Focused on genetic diagnosis of inherited diseases associated with sudden cardiac death.
Título

GENETICS OF SUDDEN CARDIAC DEATH

Orador

Oscar Campuzano

University of Girona, School of Medicine, Girona (Spain)
Institut d'Investigació Biomèdica de Girona Dr. Josep Trueta, Girona (Spain)

Resumo

Sudden cardiac death (SCD) is an unexpected death of cardiac origin that occurs approximately one hour after the onset of symptoms in an individual, who may or may not have a preexisting heart disorder. The main cause of SCD is coronary heart disease, followed by other minor entities such as congenital defects, cardiomyopathies, and channelopathies. Most SCD occurs in people over 45 years of age and is due to coronary heart disease. At young ages, the main causes of SCD are cardiomyopathies and channelopathies. Both entities are of genetic origin and called inheritedarrhythmogenic syndromes (IAS). IAS are a heterogeneous group of rare syndromes that lead to malignant arrhythmias and SCD. This lethal event may be the first manifestation of an IAS,so early identification and therapeutic measures are essential to reduce the risk of malignant arrhythmias and SCD. Incomplete penetrance and variable expressivity are characteristics of IAS, so diagnosis, risk stratification and the adoption of therapeutic measures must be carried out in a personalized manner. The improvement in genetic technology in recent years allows rapid and complete genetic analysis at low cost that helps to unravel the origin of the disease but also to early identify family memberswho harbourthe genetic alteration. In cases of unexplained deaths after a complete autopsy, especially in young population, post-mortem genetic analysis (called molecular autopsy) is strongly recommended. Early identification is especially important in asymptomatic family members who may harboura deleterious genetic alteration, posing a risk of malignant events and even SCD. Today, the main challenge is to obtain a conclusive interpretation of genetic data that allows an actionableclinical translation. Given the complexity of IAS, a multidisciplinary approach is necessary in specialized centers that include a team of cardiologists, pediatricians, forensic, geneticists, genetic counsellorsand even psychologists, in order to provide personalized care to the entire family.


Fernando Almeida

Psiquiatra, Professor Associado e Presidente da Direção da Secção de Subespecialidade de Psiquiatria Forense da Ordem dos Médicos.

Biografia
Psiquiatra, Presidente da Direção da Secção de Subespecialidade de Psiquiatria Forense da OM. Docente da U. Maia (Presidente do Conselho de Ética e Deontologia), docente convidado da UP (ICBAS e FMUP). H. Lusíadas Porto - Coordenador da Unidade de Psiquiatria. Membro do i3S. Membro do Comité Consultivo/Assessor da "Unidad de Psicología Jurídica y Forense" da U. Granada desde 2016. Coordenador da Psiquiatria Forense (2000-2003) e da Unidade de Psiquiatria e Psicologia Forense do HML (2003-2011). Integrou as CAERIC (2014-2017) e (2020-2023) nomeadas pelos Ministérios da Justiça e da Saúde.
Título

PERTURBAÇÕES DA PERSONALIDADE: AINDA HÁ LUGAR PARA A ORIGINALIDADE?

Orador

Fernando Almeida

Psiquiatra, Professor Associado e Presidente da Direção da Secção de Subespecialidade de Psiquiatria Forense da Ordem dos Médicos

Orador

Com esta apresentação, o autor pretende demonstrar que a análise de um caso Psiquiátrico ou Psiquiátrico Forense poderá exigir uma amplitude de conhecimento que não se limite ao enunciado na Classificação Internacional das Doenças ou na Classificação da Associação Americana de Psiquiatria. Nesse sentido, o autor apresentará um caso Psiquiátrico Forense e procederá à sua análise à luz do que explicitam os dois grandes sistemas classificativos referidos.
Complementará a sua intervenção com um contributo teórico no domínio das perturbações da personalidade, que entende acrescentar conhecimento aos conteúdos desenvolvidos na CID e no DSM, debruçando-se, ainda, sobre a importância que um mais aprofundado entendimento destas situações terá nos planos clínico e forense (com reflexos nos procedimentos do sistema judicial) e na prevenção da saúde dos arguidos.


Coraline Egger

University Center of Legal Medicine Lausanne - Geneva (CURML), Unit of forensic medicine and imaging, Geneva, Switzerland

Biografia
Forensic pathologist and operational manager of the forensic imaging team at the CURML Geneva site.
Research work mainly focusing on the diagnostic capabilities and limits of the post-mortem native CT-scanner.
Título

VIRTOPSY

Orador

Coraline Egger

University Center of Legal Medicine Lausanne - Geneva (CURML), Unit of forensic medicine and imaging, Geneva, Switzerland
Resumo

The conference will focus on forensic imaging and how radiology has made itself a place in the medico-legal routine framework. Indeed, the various radiological modalities has become among the most important complementary exams in the daily work of the forensic pathologist. The conference will present how forensic imaging shake up forensic medicine, how it can be sometimes confusing for a radiologist without training in post-mortem imaging and how helpful it can be to illustrate, understand and demonstrate forensic findings.
The aims are to refresh on the basics of forensic post-mortem imaging and to highlight the latest technical advances in the field, while presenting the performance, limits, and diagnostic utility of post-mortem imaging in forensics.


Óscar GOMES

Médico Especialista em Neurocirurgia pela Ordem Dos Médicos
Perito de Medicina Legal pelo INML- Norte
Perito de Avaliação do Dano Corporal- INML Norte

BIOGRAFIA
Médico Especialista em Neurocirurgia pela Ordem Dos Médicos
Ex Assistente Graduado Sénior e Consultor de Neurocirurgia do H. Santo António.
Ex-Responsável pela Unidade de Traumatologia Crânio-Encefálica.
Formação e Aprovação pela EANS - European Association of Neurosurgical Societies
Antigo Professor Convidado de Neurocirurgia do ICBAS - Univ. Porto
Perito de Medicina Legal pelo INML- Norte
Perito de Avaliação do Dano Corporal- INML Norte
Ex-Perito Contratado do INML - Porto
Título

Traumatismos Vertebro-Medulares

Orador

Óscar Gomes

Médico Especialista em Neurocirurgia pela Ordem Dos Médicos
Perito de Medicina Legal pelo INML- Norte
Perito de Avaliação do Dano Corporal- INML Norte
Resumo

O Autor apresenta de forma sumária noções de anatomia e fisiologia raquidiana, focando os pontos mais relevantes ligados á traumatologia vertebro-medular.
Apresentação das lesões raquimedulares mais comuns, designadamente na sua apresentação clínica, exames complementares e sua importância relativa no diagnóstico. Tipos de tratamento das lesões, e sua eficácia clínica.
Avaliação das sequelas traumáticas a nível raquidiano e neurológico. Apresentação de casos e situações de difícil avaliação e valoração médico-legal.


César Santos

Assistente de Medicina Legal com o Grau de Consultor do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses

Biografia
Coordenador do Gabinete Médico-Legal e Forense da Lezíria do Tejo (GMLF-LT). Assistente de Medicina Legal com grau de Consultor. Assistente convidado da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Coordenador do Grupo de Trabalho que elaborou as "Recomendações gerais para a solicitação e realização de exame pericial de psiquiatria e psicologia forenses em casos de suspeita de violência doméstica". Co-coordenador do Grupo de trabalho sobre as dificuldades de avaliação do dano psicológico e psiquiátrico, nas vertentes judicial e periciais. Interlocutor do INMLCF para o V Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género (2014-2017. Corresponsável do INMLCF para a área de violência doméstica e de género no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não-Discriminação (2018-2030).
Título

VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA: AVALIAÇÃO EM PSIQUIATRIA E PSICOLOGIA FORENSES

Oradores

César Santos

Assistente de Medicina Legal com o Grau de Consultor do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses

Máximo Cólon

Médico Psiquiatra do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses

Mauro Paulino

Psicólogo Forense Consultor do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses

Resumo

No âmbito das competências e obrigações do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciência Forenses, IP (INMLCF) de garantir a qualidade das perícias realizadas, assegurando que as mesmas providenciam a resposta mais completa e fundamentada possível aos aspetos juridicamente relevantes, reconhecendo-se uma tendência para a subvalorização da dimensão psicológica na avaliação do dano corporal, foi constituído o Grupo de Trabalho que elaborou o documento "Recomendações gerais para a solicitação e realização de exame pericial de psiquiatria e psicologia forenses em casos de suspeita de violência doméstica".
Em paralelo, no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não-Discriminação (ENIND) 2018 - 2030, e sob a coordenação do INMLCF, constituiu-se o "Grupo de trabalho sobre as dificuldades de avaliação do dano psicológico e psiquiátrico, nas vertentes judicial e pericial", integrando-o os Psiquiatras e Psicólogos que elaboraram o presente documento, assim como do Gabinete de Apoio Jurídico do INMLCF e elementos pela Magistraturas Judicial e do Ministério Público, designados pelos respetivos órgãos máximos. Essa composição permitiu uma profícua troca de experiências, saberes e de perspetivas entre os diferentes profissionais que, entre outros aspetos, permitiu perceber melhor as necessidades do diferentes intervenientes judiciais e estratégias atualmente usadas pelos mesmos para permitir a valoração da dimensão psicológica do dano, mesmo na ausência de uma apreciação técnico-pericial. Com a apresentação das referidas guidelines no Congresso Nacional de Medicina Legal pretende-se dar-lhes a devida visibilidade no meio pericial, que permita sensibilizar os peritos para a necessidade de se valorar de forma mais frequente e consistente o dano psíquico, particularmente, mas não só no contexto da violência doméstica, impulsionando a sua aplicação de forma mais transversal e consistente em qualquer um dos três níveis de avaliação considerados (médicos peritos generalistas, psiquiatras e psicólogos forenses).


Máximo Cólon

Médico Psiquiatra do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses

Biografia
Especialista em Psiquiatria com a subespecialidade em Psiquiatria Forense. Assistente graduado com o grau de consultor em Psiquiatria Forense a exercer funções na Delegação do Centro do INMLCF. Médico especialista em Medicina do Trabalho. Membro do grupo de Trabalho que elaborou as "Recomendações gerais para a solicitação e realização de exame pericial de psiquiatria e psicologia forenses em casos de suspeita de violência doméstica". Membro do grupo de trabalho sobre as dificuldades de avaliação do dano psicológico e psiquiátrico, nas vertentes judicial e periciais.

Mauro Paulino

Psicólogo Forense Consultor do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses

Biografia
Psicólogo Forense Consultor do INMLCF, I.P.. Coordenador da Mind | Instituto de Psicologia Clínica e Forense. Doutorando em Psicologia Forense na Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação na Universidade de Coimbra (FPCE-UC). Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com grau de Especialidade Avançada em Psicologia da Justiça e em Neuropsicologia. Membro do grupo de Trabalho que elaborou as "Recomendações gerais para a solicitação e realização de exame pericial de psiquiatria e psicologia forenses em casos de suspeita de violência doméstica". Membro do grupo de trabalho sobre as dificuldades de avaliação do dano psicológico e psiquiátrico, nas vertentes judicial e periciais.

Aurélio Rodrigues

Director de Medicina Legal do Serviço de investigação Criminal do Ministério do Interior de Angola

Biografia
Director de Medicina Legal do Serviço de investigação Criminal do Ministério do Interior de ANGOLA.
Médico Especialista em Medicina Legal.
Presidente do Colégio de Especialidade de Medicina Legal da Ordem dos Médicos de Angola.
Desde 2005 - Professor convidado de Medicina Legal da faculdade de Direito da Universidade Lusíada de Angola e desde 2017 do Instituto Superior de Ciências Policiais e criminais da Polícia Nacional de Angola General Osvaldo Serra Van-dúnen.
Membro fundador da Rede de Serviços médico-Legais e Forenses de Língua Portuguesa e Secretário da Mesa da Assembleia-Geral.

Ivan Miziara

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

Biografia
Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1982), doutorado em ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1993) e é professor Livre Docente pela mesma faculdade desde 2005. Especialização em Bioética e Medicina do Trabalho pela FMUSP; Título de especialista em Medicina Legal e Perícia Médica pela ABMLPM. Atualmente é Professor Associado e Chefe do Departamento de Medicina Legal, Ética e Medicina do Trabalho da Faculdade de Medicina da USP. É Professor Titular, da Disciplina de Medicina Legal e Deontologia Médica da Faculdade de Medicina do ABC. É professor adjunto, coordenador da Disciplina de Medicina Legal e Bioética da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2011). Exerceu os cargos de Diretor geral do Instituto Médico Legal do Estado de São Paulo (2013-2015) e Superintendente da Polícia Técnico-científica da Estado de São Paulo (2015-2019).

Jozefran Berto Freire

Universidade de São Paulo

Biografia
Pós doutorando - Universidade de São Paulo.
Doutor pela Universidade de São Paulo.
Mestre pela UNICAMP.
Diretor Científico da Associação Brasileira de Medicina Legal e Perícias Médicas.
Especialista em Medicina Legal e Perícias Médicas.

Ineida Sena

Médica

Biografia
Natural de Cabo Verde, formou-se em medicina pela universidade de ciências médicas de Havana Cuba em 2003, trabalhou como médica clínica cá geral na ilha do Fogo e Santiago, formou-se em coimbra como perito médico legal e desempenhando as suas funções como médico legista em Cabo Verde há pelo menos 14 anos. Atualmente presidente do instituto de medicina legal e ciências forenses de Cabo Verde e da rede de medicina legal de PALOP.

Badilé Sanca Comba

Médica

Biografia
Diretora de Laboratório e Serviço de Medicina Legal da PJ da Guiné Bissau

Jacinta Silveira

Medica Legista no Hospital Central de Maputo, Moçambique

Biografia
Brevemente

Susana Tavares

Assistente Graduada de Medicina Legal
Coordenadora da Unidade Funcional de Clínica Forense da Delegação do Centro do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses
Mestre em Medicina Legal e Ciências Forenses em "Agressões e Exames Sexuais - contributo para uma nova metodologia pericial"


Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site concorda com a utilização de cookies.

Política de cookies

Usamos cookies próprios (técnicos) e de terceiros (Google Analytics) para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.
A) Os cookies são pequenos ficheiros de texto com informação distinta que se armazena no disco rígido do Utilizador pelo acesso a uma página web ou portal da Internet e que são enviadas ao servidor web na seguinte conexão que se faça ao servidor.
B) A informação que se recolha fará exclusivamente referência às páginas do Site pelas quais o Utilizador tenha navegado. A finalidade é estatística, bem como conhecer os gostos e preferências dos Utilizadores em relação ao website. Caso o Utilizador tenha configurado o seu navegador de tal forma que impeça a criação de cookies ou o avise deste facto, tal não impedirá que o Utilizador aceda ao website, mas poderá impedir o correto funcionamento do mesmo.